APROSMIG (Associacao das Prostitutas de Minas Gerais)

Share to Pinterest Share to Google+ Share by email

Location

Belo Horizonte
Brazil
Contact email: 
aprosmig@gmail.com
Who do you work with?: 
A APROSMIG trabalha com profissionais do sexo, prostitutas y trabalhadoras sexuais, cis e trans, ativas na profissão no país pela CBO – Lei . No desenvolvimento do seu trabalho a Associação dá suporte à famílias, amigos e cônjuges em situação em que a trabalhadora está em situação de vulnerabilidade.
How are sex workers involved in your organisation?: 
A presidente, a Vice-Presidente, Tesoureira, Conselheira Fiscal e Suplente de Conselheira Fiscal, Coordenação Geral e Administrativa da APROSMIG são trabalhadoras sexuais. As prostitutas integram a agenda de ações e de decisões da Associação integralmente. O trabalho realizado é desenvolvido por elas e por redes de militância que dão suporte.
Which of NSWP priority areas does your organisation work on?: 
Oppose the criminalisation and other legal oppression of sex work and support its recognition as work
Critique the trafficking paradigm that conflates representations of sex work, migration, and mobility
Advocate for universal access to health services, including primary health care, HIV and sexual and reproductive health services
Speak out about violence against sex workers, including violence from police, institutions, clients, and intimate partners, while challenging the myth that sex work is inherently gender-based violence
Oppose human rights abuses, including coercive programming, mandatory testing, raids and forced rehabilitation
Challenge stigma and discrimination against sex workers, their families and partners, and others involved in sex work
Advocate for the economic empowerment and social inclusion of sex workers as sex workers
What are the two main challenges that the sex workers you work with face: 
As principais questões a serem enfrentadas são o preconceito e o estigma, que levam à violação de direitos humanos ou à justificação de práticas violentas com esse teor. Além disso, aumentam as barreiras para o acesso à saúde integral. Por isso, é um grande desafio ampliar e promover políticas públicas para as pessoas que exercem o trabalho sexual como profissão, tendo em vista que as questões trabalhistas que são problemáticas em qualquer profissão, ainda são complicadas por esses fatores sociais e os limites legais para a associação de mulheres que exercem a profissão defenderem seus direitos.
Describe other areas of your work: 
Defende interesses da classe articulando parcerias com órgãos públicos, privados e ONGs. Participa do movimento nacional de luta pela regulamentação da prostituição (Projeto de Lei 4211/2012 - Lei Gabriela Leite). Trabalha na prevenção de DST/AIDS. Realiza encaminhamentos psicológicos, médicos e jurídicos. Promove eventos entre a categoria e a sociedade.
Region: