Resources

Share to Pinterest Share to Google+ Share by email
亚洲促进会发表了他们的报告避孕套困惑:执法实践上有效预防艾滋病毒男,女之间,以及跨性别性工作者在中国的影响研究。亚洲促进会进行了74的深入访谈与男性,女性和跨性别性工作者,18个访谈关键知情人,和517的响应与调查问卷。这项研究是在中国三大城市进行。该报告发现,使用安全套是性工作的证据违反了性工作者的人权。他们发现,性工作者更可能同意客户的需求,不使用避孕套,减少他们携带安全套的数量,而不是随身携带避孕套所有,或尝试各种方法来隐藏在隐蔽的地方避孕套。
Theme: Health

The Chinese government is arbitrarily detaining sex workers through a flawed government policy purportedly aimed at education and rehabilitation, Asia Catalyst said in a new report released in December 2013.

The report documents excessive use of force by police in the detention of female sex workers, as well as the women's subsequent incarceration in the little-known "Custody and Education (C&E)" system.

Este trabalho é um relato da experiência vivenciada, juntamente às mulheres trabalhadoras do sexo de duas casas noturnas de São Carlos, durante a realização de uma atividade de extensão.

下载资源: PDF icon OLIVEIRA-TREINAMENTO.pdf

You can downlaod this 3 page resource above. This resource is in Portuguese.

下载资源: PDF icon OLIVEIRA-TRABALHO.pdf

Em 1998, no Departamento de Metodologia de Ensino da Universidade Federal de São Carlos, um projeto com o título genérico de “Prevenção e Saúde” retomava um trabalho realizado em 1991 junto à profissionais do sexo de uma casa noturna de São Carlos. Comemoramos, neste ano de 2003, 5 anos de atividades. Como coordenadora do projeto e do grupo, retomo aqui, de forma bastante resumida, a história desse grupo, os resultados alcançados e os desafios que a ele se colocam.

下载资源: PDF icon OLIVEIRA-GRUPO.pdf

As mulheres profissionais do sexo (mps), usualmente denominadas como prostitutas, têm ocupado um lugar marginal e de destaque ao longo da história da humanidade (Roberts, 1998). Na história da prostituição, o que se vê é um ininterrupto esforço, bem sucedido, de controle e ao mesmo tempo exploração da prostituição, ora por parte do Estado, ora por parte da Igreja, ou ambos (Roberts, 1998). Ao colocá-las à margem e, sempre que possível, segregar as mps através de confinamento em casas, a intenção expressa pelos que assim agiam, era de colaborar para a proteção da família. Até recentemente, a maior parte dos programas de intervenção em saúde tratou as profissionais do sexo como potenciais vetores de doenças, especialmente da Aids, com ameaça à saúde dos homens e à segurança da família (MUSA, 2000). Este enfoque foi se deslocando e, atualmente, pelo menos em alguns programas, ele se volta para os riscos à que estão expostas essas mulheres, entre outros, os ocasionados por aqueles clientes que recusam o uso da camisinha, muitas vezes por meio de atitudes violentas.

下载资源: PDF icon OLIVEIRA-SOBRE.pdf